O absurdo das greves

Posted on 02/09/2011

0


Recentemente houve uma greve dos trabalhadores que reformam o Maracanã como houve em Bel Monte e uma série de construções espalhadas pelo Brasil em mãos da iniciativa privada.

A queixa? Um absurdo e um abuso.

Era por melhores condições de trabalho como os absurdos pedidos de luxos como cestas básicas. Por o absurdo de se pedir médicos de plantão nos turnos, pelo absurdo de se pedir que os planos de saúde sejam extensivos aos familiares.

Ora todos sabem que pobre quando trabalha quer comer. Ora porra, isso é uma afronta. Tão pensando o que?

A gente da uma gororoba que sobra dos cachorros e eles querem mais? Ora meu amigo, só ta vencido há uns dez dias. Isso é bobagem. Eles estão acostumados a comer merda. Nós temos garantido o suprimento de merda há gerações.

E querem ganhar mais dinheiro? Pra fazer o que? Pobre não tem nada, a gente também tem garantido isso há gerações. Já estão acostumados. Se tiver grana vão querer frequentar os nossos restaurantes e vai faltar caviar. E como vamos explicar aos nossos filhos que o caviar esta faltando?
E vão querer se vestir com Versace, Dolce y Gabana, Armanis. Assim não da.

Já, já vão querer ter casa com água e esgoto. Porra, tão pensando o que? Água é um bem precioso. Vcs não sabem o que é a água mineral Evian? É caro meu amigo.

Ta pensando o que?

 

Nos Staitis e aqui não é muito diferente, um CEO, ganha 334 vezes o que seus empregados ganham. Isso é um absurdo. Porque os empregados tem que ganhar alguma coisa? Nem sabia que ganhavam. Um absurdo.

Esse pessoal não tem consciência. Isso é pura maldade. Nós temos que ser sustentados. É o nosso direito divino. Todos sabem disso, até o Papa.

Isso não se faz. Estão reclamando de barriga vazia.

 

Bem sabemos que os pobres tem a audácia de ficar doentes e exigem assistência medica só de sacanagem. Só pra atazanar os empresários. Todos sabemos que a comida servida nestes luxuosos barracões são dignas de cachorro vira latas, perdão, dos manjares que estes nababos comem nos lugares da moda.

Todos sabem que os salários que recebem é uma parcela significativa do que nós os donos recebemos. A calculadora ta ai mesmo. É só calcular

Afinal nós estamos ganhando essa grana toda é pra nós, não pra vcs.

O que vcs entendem disso? Não curtem Paris nem Nova York e nem Roma. Nem sabem onde fica a Europa e nem sabem o que é viajar.

Já estão acostumados aos trens excelentes, sempre fora do horário e lotados e guardas municipais que colocam ordem na base da porrada. Querem que sejam educados e gentis? Tão pensando que são servidores públicos que servem a população? Nada disso. O treinamento foi inspirado na gestapo. Isso custa muito dinheiro que nós não pagamos. Pegamos emprestado e não pretendemos pagar.

E ônibus fantásticos e super modernos com catracas elegantes e confortáveis. Sem falar dos bondes de Santa Teresa que absurdamente querem que sofram manutenção. Pra que? Aquela merda anda só em descida. É só sair da frente e pronto.

Afinal todos não conhecem a expressão é um bonde que quer dizer é uma merda?

Então. A tradição do vernáculo tem que ser mantida.

 

É um absurdo esses operários traidores e ingratos pedirem melhor comida, médicos e cestas básicas. O que ele acham que é isto? Por acaso acham que a lei da abolição da escravatura era pra valer? Nada disso, meus amigos. Isso era brincadeirinha.

O que foi proibido é se chamar essa gentalha de escravo. O status permaneceu inalterado.

Rico é rico e tem direitos divinos. Assim esta escrito nas escrituras. E o Papa concorda.

Pobre não tem direito a porra nenhuma. Tem direito a trabalhar e receber uma merreca. O empresário, um ser divino, tem direito a receber bem mais. Afinal é ele que arrisca. Arrisca exatamente o que? Ora pombas, o dinheiro que ele pegou emprestado a juros merequentos. Se ele perder tudo, algo impossível afinal ele já mandou tudo pra Suíça o lugar de onde o Adão foi expulso, se vera na condição dos empregados que ele hoje paga, uma afronta aos seus direitos divinos.

 

E o PT? È o maior partido político corrupto de toda a história. Antes do PT nada existia. Eram todos inocentes anjos que nada sabiam de sexo. Mais ou menos como os Ingleses.

Na verdade as orgias comiam solta e a sacanagem era geral. Só Deus não sabia ou fingia não saber já que dizem que ele era secretamente convidado e achava tudo divino.

Mas essa zorra tinha que acabar. E tem que achar um culpado. Como não tinha mordomo, acharam o PT.

Pronto, ta solucionado.

Foram eles os responsáveis pela expulsão do Adão do paraíso e foram eles os responsáveis pelo grande dilúvio por super faturarem as obras da repressa onde foi usado material de décima quinta categoria e claro aquela merda não aguentou e fomos todos varridos sob as águas, menos o Noé que era um capitão do jogo do bicho e salvou seus ativos.

 

A privatização da Vale, a maior mineradora do mundo foi peraltice de meninos levados e isso não conta. E a Vale ganha dinheiro com que, exatamente?

Com o que esta abaixo do que vc pisa. Não, não é o cocô do cachorro. Um pouco mais abaixo, esse negócio chamado Brasil. Também explora os empregados, mas isso não conta. Isso é praxe, uma espécie de default das grandes corporações.

Mas quem fez isso?

Deve ter sido algum PT disfarçado. Todos sabem que essa rica mineradora não podia ficar na mão do Estado. Ora porra. Tão pensando o que? Isso tem que ficar na mão de empresários que nada arriscam. Eles tem que ter instrumentos para explorar. Explorar trabalhadores, claro, que já estão acostumados, que explorar minérios é bobagem.

Como faríamos se não somos donos?

Esse pessoal não entende que nós somos seres divinos?

 

E quando encomendaram a constituição, perdão, compraram a constituição, perdão, roubaram a constituição, bom vc já tem uma ideia, para alguém se reeleger no mesmo período?

Isso era obra de um espião do PT disfarçado de FHC.

E a divida publica que levou gerações para se constituir e o petista disfarçado elevou a mais que o dobro em poucos anos?

Ora meu amigo, isso são só números. Não enche o saco.

 

Mas isso não conta. Foi feito por meninos peraltas. Ficam sem rapadura na sobremesa. Só tem pudim de morango Real hoje e a dose de caviar vai ser cortada pela metade. Ta bom não sejamos tão rigorosos. Amanhã tem porção dobrada.

 

Ei, mas hoje ta demais, não?

Claro, porque hoje se sabe.

Mas o que se faz?

Ora, se processa, se demite, se julga, se prende.

E ontem?

Nada. Tava tudo bem

Mas ontem não existia?

Pera ai. Não sabiam ou não divulgavam, ou seja, não existia. Não enche o saco.

Mas porque hoje se fala tanto e tantas pessoas se indignam?

Ontem ninguém sabia. Muita informação atrapalha. Olha só agora o que acontece. Todo mundo sabe, todo mundo fica puto e daqui a pouco vamos ser presos. Se continuar, vão descobrir tudo. Melhor não saber, como era antes.

 

É tudo culpa do PT. Manja a revelação? Pois é. Moisés teve que voltar meio puto com duas enormes pedras com dez regras (dizem que eram três pedras com quinze regras, mas uma quebrou no caminho) pra botar ordem na casa.

 

A cagada comia solta mas ninguém sabia ou queria saber. E de repente souberam e dizem que tudo foi inventado agora. Claro, consciência meu amigo, pesa mas só pra quem tem.

 

Se quem rouba o faz com estilo não é ladrão, é um excêntrico malversador.

Se um negro com barba e turbante atira, é um perigoso terrorista.

Se um branco enorme de olhos azuis massacra um monte de gente, é um atirador. Doente, paranoico, esquizofrênico mas nunca jamais um terrorista. Isto é reserva de mercado para muçulmanos barbados e de cor meio parda, escura. Se tiver turbante então nem precisa se explicar. Não tem explicação e se começar a rezar virado pra Meca leva um tiro por precaução.

E se ainda por cima tiver a audácia de ser pobre vai aprender remo nos galeões reais por algumas gerações pra aprender a não ser besta.

 

É a mesma coisa hoje. Se for do PT dizem: já sabia. Tinha que ser.

Se for de outros Governos dizem: Vc viu que absurdo? Roubam e não sabem fazer.

 

É claro. Roubar exige know how (Nou hau). Não é coisa pra amador. Não é assim não.

Afinal isso exige gerações de experiência.

 

E sobretudo de cúmplices.

Ou silêncio, o que vem a dar no mesmo.

 

Anúncios