Pode ser grande mas não é dois

Posted on 22/06/2012

0


Poucas pessoas da comunidade da America Latina de fala espanhola entendem o Brasil. Eu diria que nenhum.

E também é verdade que ninguém entende o que merda acontece nos outros países. Vc tem uma noção da psique do teu pais. Porque vc vive aqui e porque vc pensa como todos mais ou menos pensam. Entende nas entrelinhas o que é dito. Sente. È difícil vc ter uma visão e uma compreensão de um outro país, do que acontece, de suas motivações, aspirações, sonhos e formas de pensar e entender.

 

Um exemplo recente é esta estúpida matança nas nossas fronteiras la pelos lados do sul naquela bela terra guarani. Se matou e morreu um bocado de gente. Policias e gente de campo. Aparentemente todo mundo armado se formos acreditar nas noticias da imprensa o que é perigoso e nada prudente. Jornal e TV mentem muito.

Essa indignação por ato tão brutal já tivemos aqui no grande massacre de Carajás quando 19 sem terra foram massacradas pela polícia. Hoje, anos depois, ninguém foi preso e ainda há gente sendo processada. Mas os verdadeiros culpados, os que mandaram matar, esses nem se fala. De 2000 a 2010, mais de 440 sem terras foram assassinados no Brasil.

Essa história conhecemos bem.

Uma coisa é clara. De um lado tem gente acostumada a armas de fogo. Os policias. E do outro gente que não esta assim tão acostumada.

E o resultado nas terras guaranis, é um processo de impeachment a um presidente eleito democraticamente. Eu sou da teoria que um presidente eleito pelo voto democrático só pode ser deposto pelo voto democrático. Fora disso, é golpe. Não importa que a constituição admita a possibilidade dos congressistas votarem um processo de impeachment. Certas constituições aceitam a pena de morte, ou seja, o assassinato de um ser humano, e nem por isso é certo. È ridículo vc colocar na mão de políticos que defendem interesse mas sobretudo almejam o poder, se não, não seriam políticos, terem nas suas mãos o poder de destituir o poder maior. Não tem sentido.

Uma merda que já vimos por aqui.

Nem sei quem tem razão nesse caso dos nosso irmão do sul, mas muitas pessoas que sabem menos, não por isso se furtam a emitir opiniões abalizadas e brilhantes. Na concepção deste bostas, claro.

Gente que nem sabe o que é farinha, fala de receitas de bolo com requintes de detalhes. Mal comparando é a mesma coisa que faz a Igreja católica. Gente que nunca fez sexo, pelo menos oficialmente, se mete a deitar regras sobre atos sexuais.

 

E falando em fuder, vemos com grande apreensão e certa tristeza o que esta acontecendo com os simpáticos, calorosos e sempre queridos paraguaios.

Principalmente paraguaias. Belas paraguaias. Muito gostosas….

Divagávamos. Vamos em frente. Dizíamos….

Espero que briguem, resolvam, se entendam, discutam sem maiores mortos e nem feridos. A verborragia, a palavra, pode até ser brutal, agressiva, humilhante as vezes, mas nunca traz violência física.

E isso deve ser evitado a todo custo porque como todos sabemos, até os paralelepípedos do Champs Elysée sabem, quando vc parte pra porrada perde a tua razão. Totalmente.

 

Essas brigas de campo mostram a profunda injustiças que se cometem com o pessoal do campo. Séculos depois das leis que aboliram a escravidão, ainda vemos gente explorando o próximo e submetendo gente a trabalhos escravos. Isso é praxe em toda a America Latina. E a única coisa que consegue frear isso é a sociedade organizada esclarecida que briga, cobra, fiscaliza e senta pra conversar, numa boa, entendendo que cada um tem a sua razão. Democracia é isso.

Aconselho a quem emite opiniões, as vezes de uma forma raivosa, que procure se informar, saber e tentar entender que merda aconteceu e esta acontecendo. E baixar a bola.

Lembra que tu pode ser grande mas não é dois.

 

Anúncios
Posted in: LES BOÇALS