pensar não custa muito

Posted on 15/03/2015

0


017Dali-softconstructionwithboiledb

A mania de julgar comportamentos

Dizem que o panelaço fracassou porque muitos dos manifestantes não tinham ideia onde ficava a cozinha. E nem sabiam o que era uma panela. Uma merda.

Numa boa. Essa merda de fora Dilma, fora PT e o ódio ao atual governo ta enchendo o saco. É no mínimo coisa de gente profundamente desinformada. Que embarca em uma onda ridícula e babaca. A corrupção foi inventada agora? Só imbecil pensa assim. Onde estava o TCU, tribunal de contas da união que tem como um de seus principais objetivos fiscalizar as contas do governo, nessa história toda? Onde estavam a imprensa que sabia de tudo há muito tempo? Protegia os amigos? O que agora está acontecendo é que agora se investiga e como dizia o Brizola, quem procura acha. Numa boa. Alguém acredita nesse discurso de que agora se rouba mais do que antes? Na boa? O que tem que se ver é que corrupto tem que ir pra cadeia. Todos. É crime e pronto. E não somente o corrupto como o corruptor também. Tem que investigar todos. Isso é um caso de polícia e pronto. No governo FHC, por exemplo, houveram 48 investigações da Policia Federal. Agora houveram 2.400 investigações. Quem procura e quem quer procurar, acha. Vamos nos preocupar com o resto. Ou vc acha que a ponte Rio/Niterói na época do Andreazza, se fez sem corrupção? A construção de Brasília? Itaipu? Maracanã? Morumbi? Reeleição do FHC? Privatizações da Telebrás, da CSN, da Vale do Rio Doce, um absurdo? Aeroporto do Aécio? Furnas? Todas as grandes obras do Brasil? Todas as obras de São Paulo, do Rio, de Minas e alhures? Numa boa. O Maluf ta ai? E o FHC idem. A corrupção é endêmica ao sistema capitalista. E isso eu sei. Destruir uma empresa por causa de corruptos é forte. Uma coisa é a empresa outra é o corrupto. O sistema capitalista funciona assim. Em todo o mundo. Não quer dizer que é certo e nem que não se deva investigar. Se deve e se está e se deve punir. Com provas. Agora numa boa. Me diz em que lugar do mundo o sistema capitalista deu certo? Em que lugar do mundo o sistema capitalista beneficiou o povo? Sim, porque o que vemos é a riqueza de uma parte pequena em detrimento do trabalho da maioria. Ou seja, poucos se beneficiam e muitos trabalham. Ou não? Que grande riqueza não é assim? E de repente vem um governo e luta para que não seja assim e o que acontece? Luta para que uma maioria seja beneficiada. Cria sistemas de transparência como este governo fez no seu começo la nos idos de 2004. Coisa que nunca foi feito. Transparência e isso é importante e ninguém fala nada. Que da poder a PF e aos organismos do estado para que investiguem e descubram o que de errado acontece e aconteceu. Coisa que nenhum governo fez antes. E se descobre o que está errado porque se investiga. Tá la. E que trabalha e realiza coisas boas. Inúmeras como mostro mais adiante. E quem luta contra? Quem desinforma? Quem mente e não esta interessado no que de bom se faz? Quem não quer que se investigue o que aconteceu antes? Quem não fala nada do que se faz? Das coisas boas? Inúmeras. E quem diz que ta tudo uma merda? O país em crise? Que crise? Que dados apresentam? Pensa. São as grandes mídias. Os que sempre defenderam seus objetivos e suas causas. Mascaram e tentam vender que defendem a liberdade? Que liberdade? Pensa. Não há liberdade sem responsabilidade. Vc trabalha e não tem direito a nada. O direito que vc tem quem deu foi o governo. Que luta por teus direitos. Se depender do patrão, nem salario vc teria. FGTS, INPS, 13 salário, férias, licenças, descanso, salário mínimo, indenizações, saúde de graça, estudo de graça, abonos, aposentadoria, Bolsa família, quem garante tudo isso é o governo. Ou não? Se depender do patrão, vc teria direito a chibatadas e pronto. E eles clamam pela liberdade. Liberdade com grana e poder é fácil. Vai ser livre recebendo um salário mínimo. Quem te garante a tua liberdade não é quem clama por liberdade. È o governo, que é vc. Só o fato do sistema determinar um salário mínimo é ridículo. Quem paga é o patrão. E porque paga tão pouco? E quem determina o mínimo que vc tem direito a ganhar pelo SEU trabalho é o governo. O governo que pensa em vc e defende teus direitos. O que seria uma coisa normal em qualquer relação de trabalho, a remuneração justa pelo trabalho realizado, que deveria ser defendido e ditado pelo patrão, se justo fosse, é ditado por leis do governo que obriga o patrão a pagar um mínimo. Isso eu acho ridículo. E perverso. Isso meu amigo é o sistema capitalista e só tem defensores nos economistas que defendem o sistema e cagam pro ser humano. O sistema nada vale sem o ser humano mas quem é sempre sacrificado é o ser humano. O financeiro, o dinheiro é sempre defendido pelo sistema. Pragmaticamente. Eu quero que um economista me explique com inteligência, sei que é pedir muito, porque um empregado ganha menos que um diretor ou um dono de indústria. Trabalha menos? Arrisca menos? Orar porraaaaaaaa. O lucro teria que ser dividido entre todos em partes iguais. Ou não?

E quem são os caras que defendem esse sistema? Pois é. Os mesmos caras que criticam a Dilma, o PT e o Lula que batalharam e conseguiram tirar da miséria mais de 40 milhões de brasileiros sem dar UM tiro. Isso meu amigo é de se aplaudir de pé. Erros? Claro que os há. Somos 200 milhões de pessoas e não é possível fazer nada sem erros. Mas com muitos acertos também e ninguém fala neles. Roubaram? Cana neles e pronto. E se sabe que roubaram porque agora se tirou o enorme tapete que cobria tudo e se investiga como nunca se investigou antes, em mais de 500 anos de roubos e agora se descobre os roubos. Que sempre existiram. E isso não pode ser desculpa para nenhum roubo. Se sempre se roubou não pode justificar nenhum roubo. Nunca. Roubou, pune. Mas roubo não foi inventado agora. Isso é sacanagem e desonestidade dizer isso. Fala do que se fez de bom. Da política de governo. Fala de quem nunca roubou nada. E fala de TODOS os ladrões. Roubou? Provas e pune. Pronto. Não vale só falar e nada provar. Tem que provar. Justiça funciona assim. Achar que roubou não vale. TEM que provar. O sistema assim diz e não pode agora não olhar e nem exigir provas. Só porque falou nada vale. Ora porraaaaaa. Simples, não? E querem cortar o bolsa família, COMIDA, a quem passa fome. Já passou fome? Dieta não vale. Vc sabe o que significa receber comida básica para o mês? COMIDA? Sabe o que isso significa pra qualquer pessoa? Gente humilde que pelos números e as estatísticas gerenciadas pela FAO, ONU, Banco Mundial, OMS, (mais de 4 milhões que devolveram o benefício em um universo de 12 milhões) devolvem o direito ao bolsa família quando já podem se sustentar? E isso acontece. Gente humilde são os mais honestos. Os números dizem isso. Fácil ver e entender. Há que apenas pensar e ser honesto. E porque todos não podem receber? Todos não trabalham? Ou vc acha que há gente que não trabalha? Na boa? Quantas vezes vc mesmo trabalhou o mês inteiro e não deu para pagar comida e aluguel e luz e colégio no final do mês? Na boa? E porque não consegui? O patrão consegui. Mesmo. Porque? Porque o risco é dele, assim dizem. Que risco, parceiro? Risco financeiro? Baseado em que ele arriscou? Baseado no seu trabalho, em vc que trabalha e trabalhou. O risco é teu, irmão. E são esse que xingam a Dilma e o pt. Vão tomar no cu. Chega de paciência. VÃO TOMAR NO CU, PORRAAAAAAAA.

Liberdade? Vc acha que vc é livre? Vc vive em um sistema que é gerido e mandado por uma minoria financeira que te explora e vive bem à custa do teu trabalho. Ou não? Pensa e tire suas conclusões. Não vou te dar números e opiniões porque elas estão por toda parte. Pensa.

Vc é livre ou o cara que tem um carro último tipo mora numa puta casa e viaja todo tempo pra Miami é a mesma coisa que vc? Tu trabalha menos? Mesmo? Ganha menos, isso sim. E porquê? Chega. Não vou mais discutir o obvio. Burrice tem limite. Vou apenas votar e torcer por um governo que veja isso e lute por meus direitos. Porque sou eu que dou força a ele, governo, para que me defenda dos que tem muito e não ligam muito pros meus direitos. Ou não é assim? Pensa e responda. Honestamente.

 

Porque privatizar? Porque os preços aumentam? Porque há atrasos de pagamento?

Pensa.

O Brasil tem um poder executivo, um legislativo e um judiciário. São três poderes. É assim. O legislativo é o congresso, o judiciário são os juízes, o supremo incluído. E o executivo é o presidente. Cada uma na sua. Se há atrasos tem que se ver porque o atraso. Quem libera a grana é o legislativo através do orçamento votado. E o Judiciário julga se há alguma ação contra ou a favor e o executivo paga. EXECUTA. Certo? Claro? O executivo só pode pagar se o legislativo libera e se o judiciário nada tem a julgar ou a se opor. Claro? E aonde há o atraso? Pensa e se informa porraaaaa.

E as privatizações? Porque eu vou dar a um grupo financeiro ou a uma pessoa o direito de lucrar e explorar um serviço que beneficia a todos? Porque, ele privado, tem que lucrar? Sim, porque se o lucro é privado a sua distribuição também é privada. Ou não? E porquê? Porque o lucro não vai pra todos, nós, que seríamos os donos de um bem público? Privatizar o lucro? Sim porque é isso que se faz nas privatizações. Nem o investimento é privado. É público sempre. O maior investimento, de aonde vem a grana, é sempre de fundações, de grupos financeiros, bancos, que tem um forte aval do governo. De nós todos. Ou não? Quem sabe economia sabe disso. E quem é honesto, claro. Nem sempre uma commoditie em uso. O que regula o lucro de um serviço é o público consumidor? Ou não? O principal. Se o público consumidor é garantido, o lucro também é. Ou não?

Chega de babaquices.

Quem acha que as cotas de publicidade dos grandes meios não têm corrupção? Numa boa. Porque a sonegação da Globo e de outros meios não é falada? Porque? Ta la julgado e ninguém fala. Meu amigo, isso devia estar nas páginas policiais e pronto. Quem diz que roubou e quanto e como são os bandidos que roubaram? De uma hora pra outra, os paladinos da verdade são os Youseff e Costa da vida e outros. Bandidos. Conhecidos há muito, desde a CPI do Banestado onde o pessoal do FHC abriu, roubou e depositou fortunas em paraísos fiscais. E ninguém falou nada. E agora eles falam. Vamos acreditar neles? Acreditar em bandidos? Agora são a força da verdade? Numa boa, burro não sou. E nem desonesto. Chega de burrice. De imbecilidade. Vamos ser sérios e pensar no Brasil e deixar de comentar notícias de polícia.

 

Números não se discute. Um mais um são dois aqui e na china. Sempre. Se discute metodologia. Números nunca. Estes são os números, solenemente omitidos, mas só omitidos, NUNCA refutados, pelo Globo, Veja, Folha e Estadão e outros menos votados. Verdade dói.

Leiam e tirem as suas próprias conclusões….

FONTES:
 http://www.dpf.gov.br/agencia/estatisticas,  http://www.washingtonpost.com
OMS (ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE), UNICEF, BANCO MUNDIAL, ONU
índice de GINI:
 http://www.ipeadata.gov.br, Ministério da Educação, IBGE, IPEA, CEPAL.

  1. Produto Interno Bruto:

2002 – R$ 1,48 trilhões
2013 – R$ 4,84 trilhões

Mais que triplicou.

  1. PIB per capita:
    2002 – R$ 7,6 mil
    2013 – R$ 24,1 mil
  2. Dívida líquida do setor público:
    2002 – 60% do PIB
    2013 – 34% do PIB
  3. Lucro do BNDES:

2002 – R$ 550 milhões
2013 – R$ 8,15 bilhões

  1. Lucro do Banco do Brasil:
    2002 – R$ 2 bilhões
    2013 – R$ 15,8 bilhões
  2. Lucro da Caixa Econômica Federal:
    2002 – R$ 1,1 bilhões
    2013 – R$ 6,7 bilhões
  3. Produção de veículos:
    2002 – 1,8 milhões
    2013 – 3,7 milhões
  4. Safra Agrícola:
    2002 – 97 milhões de toneladas
    2013 – 188 milhões de toneladas
  5. Investimento Estrangeiro Direto:
    2002 – 16,6 bilhões de dólares
    2013 – 64 bilhões de dólares
  6. Reservas Internacionais:
    2002 – 37 bilhões de dólares
    2013 – 375,8 bilhões de dólares
  7. Índice Bovespa:
    2002 – 11.268 pontos
    2013 – 51.507 pontos
  8. Empregos Gerados:
    Governo FHC – 627 mil/ano
    Governos Lula e Dilma – 1,79 milhões/ano
  9. Taxa de Desemprego:
    2002 – 12,2%
    2013 – 5,4%

Europa tem quase 20% e os USA tem 5,8%

  1. Valor de Mercado da Petrobras:
    2002 – R$ 15,5 bilhões
    2014 – R$ 104,9 bilhões

Essa que eles querem privatizar e querem liquida-la.

  1. Lucro médio da Petrobras:
    Governo FHC – R$ 4,2 bilhões/ano
    Governos Lula e Dilma – R$ 25,6 bilhões/ano
  2. Falências Requeridas em Média/ano:
    Governo FHC – 25.587
    Governos Lula e Dilma – 5.795

Economia ta mal?

  1. Salário Mínimo:
    2002 – R$ 200 (1,42 cestas básicas)
    2014 – R$ 724 (2,24 cestas básicas)
  2. Dívida Externa em Relação às Reservas:
    2002 – 557%
    2014 – 81%
  3. Posição entre as Economias do Mundo:
    2002 – 13ª
    2014 – 7ª
  4. PROUNI – 1,2 milhões de bolsas
  5. Salário Mínimo Convertido em Dólares:
    2002 – 86,21
    2014 – 305,00
  6. Passagens Aéreas Vendidas:
    2002 – 33 milhões
    2013 – 100 milhões
  7. Exportações:
    2002 – 60,3 bilhões de dólares
    2013 – 242 bilhões de dólares
  8. Inflação Anual Média:
    Governo FHC – 9,1%
    Governos Lula e Dilma – 5,8%
  9. PRONATEC – 6 Milhões de pessoas
  10. Taxa Selic:
    2002 – 18,9%
    2012 – 8,5%
  11. FIES – 1,3 milhões de pessoas com financiamento universitário
  12. Minha Casa Minha Vida – 1,5 milhões de famílias beneficiadas
  13. Luz Para Todos – 9,5 milhões de pessoas beneficiadas
  14. Capacidade Energética:
    2001 – 74.800 MW
    2013 – 122.900 MW
  15. Criação de 6.427 creches
  16. Ciência Sem Fronteiras – 100 mil beneficiados
  17. Mais Médicos (Aproximadamente 14 mil novos profissionais): 50 milhões de beneficiados
  18. Brasil Sem Miséria – Retirou 22 milhões da extrema pobreza
  19. Criação de Universidades Federais:
    Governos Lula e Dilma – 18
    Governo FHC – zero
  20. Criação de Escolas Técnicas:
    Governos Lula e Dilma – 214
    Governo FHC – 0
    De 1500 até 1994 – 140
  21. Desigualdade Social:
    Governo FHC – Queda de 2,2%
    Governo PT – Queda de 11,4%
  22. Produtividade:
    Governo FHC – Aumento de 0,3%
    Governos Lula e Dilma – Aumento de 13,2%
  23. Taxa de Pobreza:
    2002 – 34%
    2012 – 15%
  24. Taxa de Extrema Pobreza:
    2003 – 15%
    2012 – 5,2%
  25. Índice de Desenvolvimento Humano:
    2000 – 0,669
    2005 – 0,699
    2012 – 0,730
  26. Mortalidade Infantil:
    2002 – 25,3 em 1000 nascidos vivos
    2012 – 12,9 em 1000 nascidos vivos
  27. Gastos Públicos em Saúde:
    2002 – R$ 28 bilhões
    2013 – R$ 106 bilhões

Isso apesar de terem tirado 40 Bilhões que vinham da CPMF, aquele imposto sobre transações financeiras, lembram? Saúde se faz com dinheiro, em primeiro lugar.

  1. Gastos Públicos em Educação:
    2002 – R$ 17 bilhões
    2013 – R$ 94 bilhões
  2. Estudantes no Ensino Superior:
    2003 – 583.800
    2012 – 1.087.400
  3. Risco Brasil (IPEA):
    2002 – 1.446
    2013 – 224
  4. Operações da Polícia Federal:
    Governo FHC – 48
    Governo PT – 1.273 (15 mil presos)
  5. Varas da Justiça Federal:
    2003 – 100
    2010 – 513
  6. 38 milhões de pessoas ascenderam à Nova Classe Média (Classe C)
  7. 42 milhões de pessoas saíram da miséria

FONTES:
47/48 – http://www.dpf.gov.br/agencia/estatisticas
39/40 – http://www.washingtonpost.com
42 – OMS, Unicef, Banco Mundial e ONU
37 – índice de GINI: http://www.ipeadata.gov.br
45 – Ministério da Educação
13 – IBGE
26 – Banco Mundial

Notícias, Informações e Debates sobre o Desenvolvimento do Brasil:http://www.desenvolvimentistas.com.br

 

Mortalidade infantil é uma política de governo. E os índices do Brasil, medidos pela UNICEF, ONU e OMS, Organização Mundial da Saúde são impressionantes. O que se atingiu nestes últimos 11 anos é assombroso. Ainda estamos longe de CUBA, nós com um índice de 12 a 14 de mortes por mil, quando CUBA tem 6, pouco maior que os países escandinavos com 4 e os USA tem 8. Mas tínhamos 34. E agora temos 12. Isso é impressionante e é uma clara ação política de governo. Quem cuida dos pobres. Claramente. Dito pela UNICEF, A ONU e a OMS. Pouco? Porraaaaaaaaa.

Chega de burrice. Não se discute números. Quer discutir política? Com seriedade? Vamos discutir metodologias, filosofias.

Aliás Cuba não tem UM caso de dengue e não tem há décadas. Impressionante não? Dados da OMS e da ONU. Política de governo que cuida dos seus e não apenas de grupos. O que esta mídia de merda nossa defende. E muita gente acredita que o PT é ladrão e só.

O PAC 2 também é diretamente responsável pelo menor índice de desemprego já atingido no país, 4,7% em outubro de 2014 (PME/IBGE). Este cenário é invejado por diversos países do mundo. Só nos setores de obras de infraestrutura e de construção de edifícios, que tem como carro chefe um dos programas do PAC, o Minha Casa, Minha Vida, foram 154,3 mil postos de trabalho gerados desde 2011, chegando a quase 2 milhões de empregos diretos, construindo infraestrutura logística, energética e social-urbana do País, preparando o País para um novo ciclo de desenvolvimento. A construção de portos, aeroportos, rodovias, hidrovias e ferrovias impulsionam nosso desenvolvimento, com mais de 40 mil empreendimentos em todas as regiões brasileiras, os investimentos executados do PAC 2 chegarão a mais de R$1 trilhão até o final de 2014 96% do previsto para período 2011-2014. O Eixo Minha Casa, Minha Vida (MCMV) concluiu empreendimentos no valor de R$ 449,7 bilhões, entregando 1,87 milhão de moradias. São mais de sete milhões de pessoas beneficiadas, quase o triplo de toda a população de Belo Horizonte (MG). As contratações somam, ao todo, 3,7 milhões de unidades, das quais 2,8 milhões de moradias contratadas no MCMV 2. O PAC2 promoveu a entrada de 15.908 megawatts (MW) no parque gerador brasileiro, com a entrada em operação das Usinas Hidrelétricas de Santo Antônio e Jirau (RO). Foram concluídos 28 empreendimentos em exploração e produção de petróleo. Na Bacia de Santos, há nove plataformas de petróleo em operação e, em outras bacias, o destaque foi a entrada em operação de mais oito plataformas. Nos quatro anos do PAC 2, foram iniciadas as perfurações de 448 poços exploratórios, sendo 174 em mar e 198 em terra, dos quais 372 já foram concluídos. A Refinaria Abreu e Lima (PE), com capacidade para processar 230 mil barris de petróleo por dia, entrou em operação, e o Complexo Petroquímico do Rio Janeiro já atingiu 82% de obras executadas. O PAC 2 concluiu obras em mais de 5.100 km de rodovias, mais de 1.000 km de ferrovias e 30 empreendimentos em portos brasileiros. A capacidade dos aeroportos brasileiros foi ampliada em mais de 70 milhões de passageiros por ano, com a conclusão de 37 empreendimentos. Mais de 538 mil ligações de energia elétrica, para 2 milhões de pessoas que vivem no campo, em assentamentos da reforma agrária, aldeias indígenas, comunidades quilombolas e ribeirinhas foram realizadas nesses quatro anos. E 238 cidades tiveram sistemas de abastecimento de água implantados. Para combater a escassez de água no Nordeste brasileiro foram concluídos no PAC 2, empreendimentos como o Eixão das Águas do Ceará e o Projeto de Integração do São Francisco, que já fez o bombeamento de água no Eixo Leste. Com investimentos de R$ 11,5 bilhões, 1.601 empreendimentos de saneamento foram concluídos por todo o Brasil. Em mobilidade urbana, 31 empreendimentos foram concluídos ou estão em fase final de obras e já operam, como o BRT Cristiano Machado em Belo Horizonte (MG), o BRT Transcarioca no Rio de Janeiro (RJ) e o BRT Eixo Sul em Brasília (DF).

PAC 2- Programa de aceleração do crescimento que tem hoje quase 98% de suas obras concluídas o que dá quase 1 trilhão e 400 milhões de reais investidos. Pouco? E a transposição do Rio São Francisco que tem mais de 8 bilhões já investidos, o que da mas de 80% do previsto em investimento. E ninguém fala nada disso. Os números ai estão, dados da ONU, Banco Mundial, CEPAL, BNDES, FAO. A barragem de Bel Monte que está perto de sua conclusão com um notável trabalho de preservação e convívio com a fauna local, dados elogiados pela ONU, apesar das notícias mentirosas de grupos que apenas defendem o seu. Uma hidroelétrica que vai ser a maior do mundo. Vc vê isso na imprensa?

O Présal, descoberto pela Petrobrás e sua tecnologia pioneira de ponta, única no mundo, que querem privatizar (ou não?) que vai nos transformar e já está acontecendo em uma das maiores reservas de petróleo do mundo. E já produzimos quase um milhão de barris de petróleo e gás por dia. Um recorde. E que todo, TODO o lucro vai pra educação e a saúde. TODO O LUCRO. Por lei. Porque é do governo, ou seja, nosso, de todos os brasileiros. Alguém fala disso? Chega de burrice.

Pensa parceiro e não seja cúmplice deste linchamento burro que todos os dias assistimos. Pensa e se informe. Os números ai estão. Fácil.

 

Não vou entrar aqui e julgar comportamentos. As pessoas têm as suas razões para agir de acordo com as circunstancias e pautadas por sua forma de ser. Não devemos cometer o erro de idealizar o ser humano. Cada um é cada um.

O que se tem que discutir são os valores morais ou a falta deles. O que se tem que discutir é a ética. O que é ética? Ética, em filosofia, é o estudo dos valores morais do homem.

Muito se fala da impunidade. Cadê a impunidade? As pessoas estão sendo processados como mostram o gargalo do sistema jurídico com milhões de ações que os juízes não dão conta.

Se diz que as pessoas ricas e importante não são punidas. Mentira. São. O que acontece é que eles têm melhores advogados que protelam e procrastinam os processos. Mas só isso. Mas há que se provar. Achismo não vale. Justiça só funciona com provas. Todo mundo é inocente até PROVA em contrário. Simples, não? Não é o que se vê. O cara fala, um bandido e o cara denunciado é julgado na mídia e condenado na mídia.

O sistema jurídico esta funcionando. A mídia não.

Um certo jornalista disse, com furiosa indignação que temos que parar com isso, que o Brasil é o país mais violento do mundo e que temos que dar um basta na violência. Em primeiro lugar gostaria de saber em que dado estatístico ele se baseou para fazer tal declaração. Achismo não vale. Este sujeito é um jornalista e portanto tem a obrigação moral de divulgar dados fidedignos, que foram pesquisados e que todos podemos ter acesso. Cadê os dados estatísticos que norteou a sua declaração?

O basta na violência é obvio. Sim, e daí? Qual a solução proposta? Dizer basta e pronto não diz nada. É discurso vazio.

 

Há uma outra declaração que diz que o torcedor de futebol só pode se manifestar dentro do estádio. Saiu daí, acabou. Se assim fosse meu amigo, todos os botecos do Brasil fechariam suas portas. O que se discute nos botecos é mulher e futebol não necessariamente nessa ordem. Dizer que o torcedor só pode se manifestar no estádio é ser utopicamente burro. Isso não existe. Se assim é, o que fazem os programas de TV e radio que promovem mesas redondas para discutir o futebol? Quer dizer que eles jornalistas podem mas os torcedores não? Vc passa a semana que antecede os jogos falando sobre todos os detalhes dos times, dos jogadores, das fofocas, com opiniões diversas e muitas vezes furiosas sobre certos comportamentos extra campo, contra este ou aquele jogador, emitindo juízos de valor, mas quando um torcedor se indigna e ameaça um jogador há um clamor nos céus.

 

O problema não é a cobrança. Toda figura pública vai ser cobrada. É da vida. O problema é a educação, a forma como essa cobrança se manifesta. Vc NÃO pode usar de violência. E não pode em qualquer circunstancia.

O torcedor na arquibancada dos estádios é uma figura anônima. A manifestação é coletiva. Na arquibancada o sujeito xinga, grita, e ofende o adversário e todo mundo acha normal porque ele pagou. Não é. A educação começa ai. A violência física começa com a violência verbal.

O problema aqui é que estamos desvirtuando o foco da discussão.

Ameaças, agressões são crimes. Irresponsabilidade e difamação também são crimes.

Acabou ai.

 

O que se tem que discutir é a ética, o estudo sobre a educação dos valores morais de uma sociedade.

 

Eu não tenho soluções ou formulas para remediar e acho errado impor medidas repressivas. Prefiro educar a minha tolerância e a dos outros. Sei que tenho que discutir, conversar e entender o que diabos eu quero e o que diabos eu estou fazendo com a minha vida. Discutir a minha relação com as outras vidas e nunca, mas NUNCA mesmo tentar idealizar comportamentos alheios. A mensagem tem que ser essa.

Eu posso ter relações com quem quer que seja. Posso falar, conversar e me relacionar com qualquer um. Um jornalista criticou duramente a relação dos clubes com suas torcidas organizadas. Qual o problema? O problema não é a relação. O problema é a forma como essa relação se desenrola. Em sociedades humanas as relações não somente são normais como são fundamentais. Há que somente se estabelecer normas simples de respeito que são a base de qualquer relação. Todo mundo pode achar qualquer coisa mas ninguém tem o direito de impor a sua vontade sobre ninguém. O respeito mútuo é fundamental.

 

Na Grécia antiga, onde nasceu o conceito da democracia representativa, os habitantes das cidades se reuniam nas praças públicas, chamadas Ágora, para decidirem os destinos administrativos da comunidade. Todo mundo tinha a liberdade de se expressar a vontade e de expor as suas soluções pensadas. Agora tinha o seguinte. Se uma solução fosse proposta por alguém e esta solução fosse aceita dentro de um consenso, o autor da proposta era o encarregado de executar a sua proposta, em termos práticos. E se a sua proposta não desse os resultados que ele advogava, ele seria punido. Rigorosamente punido. E ainda por cima não receberia nenhum centavo para trabalhar pelo bem comum.

Isto tem um nome. Se chama responsabilidade.

 

Vc é livre de falar o que vc quiser. E é livre de defender o que vc quiser. Mas se vc advoga uma ação vc tem que ser responsabilizado por esta ação.

A discussão é essa.

 

Nós não podemos ser juízes de comportamentos alheios. Esse é o princípio da intolerância.

O convívio humano é baseado em regras simples. Se vc respeita o outro e se vc nunca usa violência é só praticar a tolerância. Se não for assim, a justiça esta ai pra isso.

As vezes funciona.

 

Beijos fraternos

Luis, um brasileiro que ama seu pais.

 

Anúncios
Posted in: Uncategorized