Um sonho

Posted on 12/09/2017

0


Eu acho que estava vivendo um sonho.

Depois de anos sonhando e lutando do meu jeito por um Brasil mais justo que vivesse e cuidasse dos menos favorecidos, pensei que estava conseguindo.

No voto, democraticamente, na boa. Vivi intensamente nestes últimos 11 anos com alegria e paixão um processo inteligente de projetos e realizações que beneficiavam a todos nós. Com erros e acertos, como é tudo na vida quando ha honestidade. Percebia com inteligência. E com profunda honestidade. E convivi com os inúmeros projetos sociais de muito sucesso que exatamente visavam o bem estar da enorme população dos menos favorecidos. Com erros e acertos. Discutindo, pensando, criticando, elogiando, duvidando, vivendo.

Com honestidade e inteligência.

Vi o bolsa família, burramente e injustamente criticado por gente que nunca passou fome e dieta não vale, a minha casa minha vida, começando a resolver o déficit habitacional injusto e perverso do Brasil, os planos na educação, com a inclusão e a criação de mecanismos que permitiam que uma enorme parcela da população tivesse acesso a tentar estudar e resolvendo problemas na saúde com o fortalecimento do SUS um caso único de saúde para todos, no mundo todo, que todos e disse TODOS, se beneficiavam, que começavam a melhorar e resolver o enorme descaso que sofríamos ha mais de 500 anos, com erros e acertos, a inclusão de 40 milhões de brasileiros na faixa de consumo, saindo da miséria, os mais de 70 milhões de brasileiros que tinham uma conta bancaria pela primeira vez na vida, enfim, a inclusão de todos nós nesta enorme economia que era e é o Brasil no mundo. Reconhecido por todos os órgãos no mundo todo. O povo em primeiro lugar, ja sonhava e dizia o Lula e eu fui testemunha pessoal disso. Eu fui testemunha disso. Isso foi feito nestes últimos 11 anos. Ou não?

E de repente nos querem vender a ideia de que o roubo começou agora. Que só agora se roubou. Cínicos e burros de plantão e com isso, de repente, tudo acaba. Destroem o que se faz na educação. Destroem o que se faz na saúde. Destroem o que se faz no combate a fome. Destroem o que se descobriu. Entregam e querem entregar mais ainda. Já entregaram a Vale, a CSN, as companhias de telefonia. Já entregaram e estão entregando o pre sal , a maior descoberta de reservas de petróleo do mundo, que iria financiar a educação e a saúde por medida constitucional, projeto do Lula. Coisa nossa que era nossa mas já não é. Entregam a Amazônia, os nossos recursos hídricos e vão a China oferecer o que resta. E todos os cínicos aplaudem. Porque acham que a economia é apenas um instrumento que cuida de números e lucros e não é, COMO É, um mecanismo que deve visar o homem como produto primeiro. Cegos morais e éticos.

Me engana que eu gosto. Um ser razoavelmente inteligente sabe disso. Eu disse razoavelmente. Um notório exagero nos dias de hoje.

Sem cinismo é pedir demais.

Desrespeitam meu voto, tão intensamente defendido no passado, não existem mais instituições que me protegem contra os poderosos, São eles que mandam, que fazem o que bem entendem. Desrespeitam conceitos jurídicos que sempre acreditei e lutei por eles. A prova de um crime é apenas uma ilusão que só privilegia os poderosos e os cínicos. Moro é um imbecil sem caráter e sem moral. Quando o acusam de roubar e mentir, e quem o acusa é seu ex sócio e sócio de sua mulher, nada disso vale porque não ha prova. Porque é contra ele. Quando ele julga, a prova é apenas um detalhe irrelevante. Como um juiz que julga um caso, o lava jato, pode se dignar a ir assistir um filme que retrata de forma preconceituoso uma situação que está julgando? Como pode? Assistir até pode, mas não com a cobertura jornalística, com o passeio por um ridículo tapete vermelho, com a companhia de procuradores que investigam e deviam faze-lo de forma imparcial.

Isso para mim é um absurdo mas o que esperar hoje em dia? Eu me indigno ainda. Eu ouso me indignar. Porque tenho valores bem estruturados. E aceito discutir valores e ética com quem quer que seja. De forma inteligente e honesta. Quando existem do outro lado. Mas se não existem, se ha um deserto de ideias e valores e ética, quando só ha raiva, desonestidade e pouca ou nenhuma inteligência, vai discutir o que?

Onde vc vê o próprio supremo desrespeitar a lei, a constituição e o fazer de uma forma torpe e sem vergonha. Onde o senado e a câmara fazem um espetáculo dantesco e triste de venda e compra de votos. Onde o próprio presidente é pego com a mão na cumbuca, roubando, com provas e nada acontece. Onde vários integrantes da nossa elite política e social são pegos roubando, (preciso dizer seus nomes? Não preciso dizer seus nomes. São os que acusam, simples assim)com provas factuais e resolvem acusar um sujeito que nunca roubou e não ha una única e singela prova contra ele. O Lula? Como pode? Ou estou errado? Ou isso é o normal? Ou isso é o certo? Ou ha uma prova? Coisa que a Globo, toda a mídia claramente contrária e ansiosa para mostrar uma única prova e todo o sistema dito jurídico não consegue produzir ha tantos anos? E ninguém consegue. Ou estou errado?

E os verdadeiros ladrões, os que roubam ha 500 anos e com vastas provas factuais, com recibos, planilhas, testemunhas, são esquecidos e nada acontece. E ai estão.

Soldados dos CEO das grandes corporações do planeta. Não se enganem. São eles os que mandam. As grandes corporações do nosso mundo, que patrocinam guerras, fome, desperdício, exploração. Que financiam políticos canalhas e vendidos. Intelectuais ou ditos intelectuais que não conseguem discutir ou raciocinar com lógica, inteligência ou simples honestidade. Os verdadeiros vilões são eles.

Tudo começa a se destruir, com cinismo e sem vergonhice. Se descobre que o roubo que somos vitimas ha 500 anos e existe no mundo todo desde que o principal sistema financeiro é o capitalista, começou agora. Roubo que existe desde que o lucro passou a ser o mais importante vetor da economia. Quando nunca devia ser. Quem é o principal vetor de qualquer sistema criado pelo homem é e sempre deve ser o homem. Ou vcs acham que um sistema é fruto de geração espontânea que sempre existiu e que nós apenas descobrimos? Meu amigo, sistemas foram criados pelo homem. E para o homem. O que sempre existiu foi a natureza. O Homem, parte da natureza que talvez tenha sido fruto da criação de um ser superior. Isso pra quem acredita em Deus. Eu acho que Deus somos todos nós. Toda vida. Aqui e em todo o universo. Mas isso é reflexão filosófica. Fruto do pensar. O que devíamos fazer sempre.

Roubo no sistema que existe ha mais de 10 mil anos, ou mais e que existe desde a construção da arca de noé. Ou do roubo da maçã, uma interpretação humana de um evento que não conseguimos entender. Eu pelo menos sou honesto e confesso que não consigo entender porque o homem decidiu e o fez de livre e espontânea vontade, ser expulso do paraíso. Talvez porque ele era humano com seus erros e acertos.

Mas ai entramos na seara de conceitos religiosos e de fé que aflige todo ser humano.

Ou não?

Eu aceito o erro. O que eu não aceito é o erro proposital. Errar sabendo que esta errando. Isso é burro e profundamente desonesto. Cruel. E o que vemos hoje neste nosso Brasil é o erro proposital. Burro, desonesto e sem vergonha.

Quem devia ser expulso do paraíso eram eles. A lista é grande e não quero influenciar ninguém. Mas eu sei quem são. E vcs também.

Ou não?

E onde é o paraíso? Isso também faz parte de um profundo pensar e crença inteligente. Pra mim, é aquela parte de tua alma onde vc se refugia e onde vc vive a maior parte de tua vida. Na companhia das pessoas que vc ama e que misteriosamente te amam. O lugar de tuas verdades, de teus valores, de tua ética, de teu amor.

 

Estava vivendo um sonho. Nada disso é verdade. Nem aqui nem em nenhum lugar do mundo. Os canalhas e pobres de espíritos medíocres estão ganhando. E vamos todos pra cucuia com um apertar de um botão contra a coreia do norte e de todos nós. E o Gilmar rindo e livrando seus amigos. E nos dando uma lição que ainda existe o habeas corpus. Um cinismo único. Uma sutil ironia do destino. Tudo comandado pela Globo e seus asseclas. E depois dizem que o anticristo é uma lenda urbana.

Um inferno que faria o Dante morrer de vergonha por sua candura em retratar um estado de coisas que o fariam enrubescer.

Estou sonhando e estava sonhando e acordei com o pesadelo da realidade de hoje.

Ou vcs acham que eu estou errado? Que isso não é um pesadelo e que esta tudo certo?

Eu vivo um pesadelo.

Cadê o meu Brasil? Cadê o meu Brasil pelo qual tanto lutei? Cadê o conceito da dignidade? Cadê a verdade? A simples verdade? Cadê os valores? Cadê a ética que tanto aprendi nas escolas e nas universidades e na vida?

CADÊ???????????

Não venham me enganar.

Li muito e vivi muito.

E não sou imbecil.

Ou talvez seja.

Por acreditar.

Luis Alcazar, sei la quem eu sou. Devo ser produto de um sonho.

Anúncios
Posted in: Uncategorized